A Inclusão diz respeito à presença, participação e sucesso de todos os alunos, com o objetivo de identificar e remover barreiras, principalmente nos grupos de alunos que se encontram em risco de marginalização, exclusão ou insucesso. A inclusão escolar objetiva favorecer o acesso e o processo de ensino e aprendizagem dos estudantes, de modo colaborativo.

Muitos são os desafios da inclusão escolar. São criadas algumas ferramentas para superar o desafio de educar todos de forma integral e reduzir o número de excluídos e marginalizados pelos sistemas educativos, e assim possibilitar a convivência de todos de maneira igualitária, respeitando a diferenças entre os indivíduos.

Para constituir uma educação inclusiva é necessário adequar os espaços escolares, adquirir e/ou construir recursos didáticos e pedagógicos, entre outros, atendendo às necessidades educacionais dos estudantes, as tecnologias que podem apoiar ou servir como uma estratégia de aprendizagem capaz de facilitar a inclusão escolar e suas práticas.

Mas como poderemos contribuir para a inclusão? Apresentamos algumas estratégias:

  • Conhecimento do aluno na sua totalidade (em todas as suas vertentes, tanto nas suas dificuldades como potencialidades);
  • Formação dos profissionais (formação contínua em diferentes áreas);
  • Desenvolver a autonomia (oferecer um ambiente favorável ao desenvolvimento da autonomia, procurar ajuda dos familiares e deixar o aluno tomar algumas decisões);
  • Consciencialização dos alunos (com a realização de palestras).

“Como as aves, as pessoas são diferentes nos seus voos, mas iguais no direito de voar.”

Fátima Rebelo – Educadora Social

A Inclusão diz respeito à presença, participação e sucesso de todos os alunos, com o objetivo de identificar e remover barreiras, principalmente nos grupos de alunos que se encontram em risco de marginalização, exclusão ou insucesso. A inclusão escolar objetiva favorecer o acesso e o processo de ensino e aprendizagem dos estudantes, de modo colaborativo.

Muitos são os desafios da inclusão escolar. São criadas algumas ferramentas para superar o desafio de educar todos de forma integral e reduzir o número de excluídos e marginalizados pelos sistemas educativos, e assim possibilitar a convivência de todos de maneira igualitária, respeitando a diferenças entre os indivíduos.

Para constituir uma educação inclusiva é necessário adequar os espaços escolares, adquirir e/ou construir recursos didáticos e pedagógicos, entre outros, atendendo às necessidades educacionais dos estudantes, as tecnologias que podem apoiar ou servir como uma estratégia de aprendizagem capaz de facilitar a inclusão escolar e suas práticas.

Mas como poderemos contribuir para a inclusão? Apresentamos algumas estratégias:

  • Conhecimento do aluno na sua totalidade (em todas as suas vertentes, tanto nas suas dificuldades como potencialidades);
  • Formação dos profissionais (formação contínua em diferentes áreas);
  • Desenvolver a autonomia (oferecer um ambiente favorável ao desenvolvimento da autonomia, procurar ajuda dos familiares e deixar o aluno tomar algumas decisões);
  • Consciencialização dos alunos (com a realização de palestras).

“Como as aves, as pessoas são diferentes nos seus voos, mas iguais no direito de voar.”

Fátima Rebelo – Educadora Social

Leave A Comment