Enquanto Terapeuta da Fala desenvolve um trabalho no âmbito da comunicação, perturbações da linguagem e da leitura e escrita em idade escolar, assim como em perturbações da linguagem adquiridas, patologias da voz e deglutição, em adultos e/ou idosos.
Mestre em Educação Especial – Domínio Cognitivo e Motor, desde março de 2014, dedicando a sua tese à consciência fonológica e Dislexia. Desde então, foram diversas as formações/cursos frequentados na área da leitura e escrita, tornando-se esta área a sua “especialização”/paixão.
“Não importa que uma criança aprenda devagar. O que importa é que a encorajemos a nunca desistir.” (Robert John Meehan)

Qual a pergunta que escuta com maior frequência?
por Stéphanie Costa

Mas o meu filho fala bem, porque é que ele precisa de Terapia da Fala?
Esta dúvida surge imensas vezes. Talvez o nome da profissão não seja o mais correto, mas a verdade é que o Terapeuta da Fala trabalha diversas áreas para além da fala (voz e articulação), tais como, comunicação, linguagem, motricidade oro-facial e deglutição.